Posted on

Entenda os principais obstáculos para a adoção do ultrassom Point of Care

Clin Med (Lond). 2018 Jun; 18 (3):219-224.

Médico consultando estudo científico

Houve um aumento significativo na aceitação da ultrassonografia point-of-care (POCUS) nas últimas décadas. O advento de máquinas portáteis e cada vez menores, combinadas a uma melhor qualidade de imagem, trouxe o ultrassom do departamento de radiologia para a emergência. Apesar disso, ainda existem barreiras significativas para a adoção generalizada de POCUS na medicina interna geral por uma série de razões. Essa revisão busca entender os motivos para isso dentro do cenário médico do Reino Unido.

Resumo:

Na última década, tem crescido o entusiasmo e o interesse pela ultrassonografia Point of Care (POCUS) como auxiliar das técnicas de exame tradicionais na avaliação de pacientes adultos com patologias agudas. No entanto, atualmente esse campo permanece sendo de domínio apenas de um grupo relativamente pequeno de médicos no Reino Unido. Existem inúmeras razões para isso, notadamente a ausência de caminhos de treinamento e supervisores, mas também a incompreensão da base de evidências por trás dessa modalidade de imagem. Este artigo de revisão tem como objetivo explorar algumas das bases de evidências por trás do POCUS para uma série de diagnósticos médicos e, quando possível, compará-la com técnicas de exame tradicionais comprovadas. Discutimos as questões em torno do treinamento em ultrassom à beira do leito e recomendamos um incentivo para integrar o treinamento POCUS aos currículos de medicina interna e apoiar os instrutores para ministrá-lo de forma abrangente.

Palavras-Chave: Ultrassom Point of Care, POCUS, Diagnósticos, Ultrassom, Revisão Clínica

Confira a íntegra:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *