Posted on

Entenda em quais áreas o médico do esporte pode atuar

Essa disciplina não envolve apenas o trato de atletas de elite, mas também de pessoas com doenças crônicas, esportistas amadores e entusiastas da atividade física

Médica do esporte atendendo mulher na academia
Médico do esporte não precisa atuar apenas com atletas de elite: ele pode atender toda pessoa praticante ou interessada na prática de atividade física

Há algum tempo que estudar medicina não se resume a ser cardiologista, neurologista, endocrinologista ou outras especializações tradicionais. Há diversos caminhos que um médico pode seguir e algumas especialidades vêm tendo destaque, como a Medicina do Esporte.

Diferentemente das áreas tradicionais, essa não estuda um órgão, sistema ou até doença específicos, mas sim aborda uma visão integral do paciente, o que traz caminhos diferentes ao profissional que a escolhe. Ficou interessado? Saiba mais sobre ela a seguir:

O que é a medicina do esporte?

Esta é uma especialidade direcionada para o cuidado do praticante de atividades físicas, trabalhando as lesões musculoesqueléticas e nos conceitos fisiológicos e clínicos do exercício. Ela engloba desde o condicionamento de atletas de elite até o papel do exercício como solução de problemas de saúde pública.

Em um artigo de 2006 publicado no British Journal of Sports Medicine o neurologista Paul McCrory, especialista em lesões cerebrais no esporte e professor associado do The Florey Institute of Neuroscience and Mental Health na Austrália, define a disciplina como algo abrangente que incorpora:

  • Gestão dos problemas médicos de exercício de indivíduos em todas as idades e níveis de participação;
  • A fisiopatologia, biomecânica e otimização do desempenho humano;
  • O uso do exercício como modalidade terapêutica no tratamento e prevenção de enfermidades;
  • A promoção da saúde e a precaução de doenças ou lesões na população.
Quais as áreas de atuação da medicina esportiva?

É possível aplicar os conhecimentos desta disciplina em contextos diferentes, como:

  • Abordando as lesões relacionadas às atividades físicas;
  • Lançando mão de exercícios para maximizar o bem-estar individual ou populacional (com medidas de saúde pública);
  • Direcionando habilidades da medicina do esporte para melhorar o desempenho em uma população atlética.

Ou seja, está longe de ser uma área que trata apenas o atleta de alta performance, apesar de essa ser a prática mais reconhecida. Algumas das opções de carreira de um médico do esporte são:

  • Trabalhar diretamente com atletas ou instituições esportivas, a fim de melhorar seu desempenho e evitar lesões, além de avaliá-las e tratá-las, caso surjam;
  • Atender em consultório não só atletas de alto rendimento, mas amadores que apresentem lesões relacionadas à atividade física praticada e até pessoas de todas as idades que querem começar um exercício;
  • Direcionar a atividade física como forma de tratamento médico em indivíduos com doenças crônicas
  • Promover estímulo e orientação adequada de atividade física em escolas, clubes e outras instituições que incitam essa prática em seu grupo. Trabalhar diretamente com atletas ou instituições esportivas, a fim de melhorar seu desempenho e evitar lesões, além de avaliá-las e tratá-las, caso surjam;
  • Atender em consultório não só atletas de alto rendimento, mas amadores que apresentem lesões relacionadas à atividade física praticada e até pessoas de todas as idades que querem começar um exercício;
  • Direcionar a atividade física como forma de tratamento médico em indivíduos com doenças crônicas.
Quem pode se especializar nessa área médica?

A Medicina do Esporte e Exercício pode ser realizada por qualquer médico que se interessem em exercê-la como especialização principal, mas é muito comum aliá-la a habilidades de diversas áreas como:

  • Ortopedia;
  • Fisiatria;
  • Cirurgia ortopédica;
  • Reumatologia;
  • Medicina de reabilitação;
  • Medicina de emergência;
  • Medicina ocupacional;
  • Medicina de saúde pública;
  • Cardiologia;
  • Neurologia;
  • Clínica Médica;
  • Endocrinologia;
  • Nutrologia.

Ficou interessado? O Cetrus – Educação Médica oferece uma pós-graduação em Medicina do Esporte, confira a programação.

Referências
  1. McCrory, P. “What is sports and exercise medicine?.” British Journal of Sports Medicine vol. 40. 2006: 12: 955-957.
  2. Hernandez, AJ. Perspectivas profissionais da Medicina do Esporte. Rev Med (São Paulo). 2012 jan.-mar.; 91(1): 9-13

One Reply to “O que é medicina do esporte?”

  1. Qual o programa e calendário da Pos em medicina do esporte e de neuropatologia? Quais os valores?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *