O Blog de conteúdos médicos

Posted on

Você sabe quais são os achados de apendicite aguda à ultrassonografia?

A apendicite aguda é uma das emergências abdominais mais comuns em atendimentos de pronto socorro e ainda permanece como um desafio diagnóstico para emergencistas e cirurgiões! O diagnóstico por imagem é hoje o padrão-ouro diante da suspeita clínica e permite reduzir as taxas de laparotomia branca assim como de complicações! Dentre os exames de imagem, a ultrassonografia hoje deve ser o método inicial de avaliação e tem acurácia superior a 90% no diagnostico de apendicite aguda. Veja abaixo quais são os critérios diagnósticos ultrassonográficos de apendicite aguda.

ACHADOS ECOGRÁFICOS NA APENDICITE AGUDA

1. Assinatura de apêndice

Ecograficamente o apêndice cecal exibe 5 camadas de ecogenicidade alternada, o que caracteriza a sua origem do trato gastrintestinal. Na apendicite aguda não complicada esse padrão é mantido e possibilita sua caracterização na FID. Além disso, o apêndice termina em fundo cego e essas características o tornam exclusivo, permitindo inferir uma “assinatura” do apêndice.

2. Não compressibilidade

O apêndice cecal normal é compressivel. Por outro lado na apendicite,  quando uma pressão é exercida com o transdutor contra a parede abdominal da FID e transmitida ao apêndice, técnica descrita inicialmente por Puylaert em 1986, o apêndice não sofre mudanças em sua forma.

3. Medidas

O apêndice normal mede até 6 mm em seu maior diâmetro, o qual deve ser medido de serosa a serosa, quando o avaliamos em um corte transverso. Já na apendicite este diâmetro ultrapassa os 6 mm.

4. Hiperecogenicidade da gordura adjacente

Durante um processo inflamatório do apêndice, a gordura mesentérica periapendicular fica mais ecogênica que o habitual.

5. Hiperemeia ao doppler colorido

Nos processos inflamatórios do apêndice cecal, o aumento do fluxo vascular pode ser caracterizado ao Doppler colorido através de um fluxo aumentado (hiperemia) notadamente em sua periferia.

BAIXE NOSSO INFOGRÁFICO DE APENDICITE EXCLUSIVAMENTE FEITO PARA VOCÊ!


Dr. Augusto Teixeira
Médico Radiologista
Especialista em ultrassonografia diagnóstica e intervencionista

4 Replies to “Você sabe quais são os achados de apendicite aguda à ultrassonografia?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *