Posted on

Você sabe reconhecer os linfonodos intramamários durante a realização de um exame de ultrassonografia?

Linfonodos Intramamários - Ultrassonografia

Quando tratamos das doenças da mama, sabemos que existe uma série de queixas relatadas pelas pacientes, com destaque para dor mamária e patologias, sendo os nódulos um dos principais representantes que precisam ser reconhecidos e tratados com a sua devida importância.

A ultrassonografia é o melhor método diagnóstico complementar à mamografia, e é um exame que depende muito mais do médico que está realizando-a do que os outros exames. Neste artigo, abordaremos a importância de saber reconhecer os linfonodos intramamários durante a realização de uma ultrassonografia mamária.

O que são os linfonodos intramamários?

Os linfonodos intramamários são considerados como casos especiais dentro da classificação do BI-RADS®. Eles são parte dos achados com características tão típicas que você não precisa descrevê-las em detalhes. Os linfonodos intramamários, assim como os demais achados dos casos especiais, têm um diagnóstico e/ou achado singular.

Achados ecográficos dos linfonodos intramamários

Apresentam-se como nódulos ovoides e circunscritos. Usualmente, os linfonodos intramamários caracterizam-se por seu aspecto reniforme (semelhante a um rim) devido à presença de um hilo gorduroso ecogênico e sua cortical hipoecogênica (Fig. 1).

Fig. 1 – Linfonodo intramamário. Ultrassonografia mamária com transdutor linear evidencia um linfonodo intramamário no QSL da mama esquerda. Note sua característica ecográfica típica: hilo ecogênico central (cabeça de seta) com córtex hipoecogênico na periferia (seta).

Os linfonodos intramamários podem existir em toda a mama, porém são mais frequentemente achados nos quadrantes súperolaterais da mama, podendo medir até 1 cm em seu maior eixo longitudinal.

Quando suas características típicas estiverem representadas à ultrassonografia, este achado é considerado tipicamente benigno e classificado como BI-RADS® 2. Outras alterações que podemos citar e que se enquadram nos casos especiais do BI-RADS® são o cisto simples, os micros cistos agrupados, os cistos complicados, corpos estranhos entre outros.


REFERÊNCIAS:

American College of Radiology, and Carl J. D’Orsi. ACR BI-RADS Atlas: Breast Imaging Reporting and Data System; Mammography, Ultrasound, Magnetic Resonance Imaging, Follow-up and Outcome Monitoring, Data Dictionary. ACR, American College of Radiology, 2013.

6 Replies to “Você sabe reconhecer os linfonodos intramamários durante a realização de um exame de ultrassonografia?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *