Posted on

Estudo mapeou se os remédios hoje indicados para a covid-19 são seguros para mulheres que querem ter filhos, estão grávidas ou amamentando

Marcelo Borges Cavalcante et al

Geburtsh Frauenheilk 2021; 81: 46–60 doi: 10.1055/a-1247-5271

Médico consultando estudo científico
Resumo

Em dezembro de 2019, uma nova infecção respiratória viral conhecida como “coronavirus disease 2019” (Covid-19) foi diagnosticada pela primeira vez na cidade de Wuhan, China. A Covid-19 se espalhou rapidamente pelo mundo, levando a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declará-la uma pandemia em 11 de março de 2020. A doença é causada pela síndrome respiratória aguda grave coronavírus 2 (SARS-CoV-2), um vírus semelhante aos envolvidos em outras epidemias, como coronavírus da síndrome respiratória aguda grave (SARS-CoV) e coronavírus da síndrome respiratória do Oriente Médio (MERS-CoV).

Estudos epidemiológicos têm mostrado que Covid-19 frequentemente afeta adultos jovens em idade reprodutiva e que idosos e pacientes com doenças crônicas apresentam altas taxas de mortalidade. Pouco se sabe sobre o impacto do Covid -19 na gravidez e na amamentação. A maioria dos casos de Covid -19 apresenta sintomas leves semelhantes aos da gripe e requer apenas tratamento com medicamentos de alívio sintomático, enquanto outros casos com Covid-19 requerem tratamento em uma unidade de terapia intensiva.

Atualmente, não existe um tratamento específico eficaz para Covid -19. Um grande número de medicamentos está sendo usado para combater a infecção pelo SARS-CoV-2. A experiência com esse arsenal terapêutico foi adquirida ao longo dos anos no tratamento de outras doenças virais, autoimunes, parasitárias e bacterianas. É importante ressaltar que a busca por um tratamento eficaz para Covid-19 não pode expor mulheres grávidas infectadas com SARS-CoV-2 aos riscos teratogênicos potenciais dessas drogas. Portanto, é necessário determinar e compreender a segurança das terapias anti-Covid-19 antes da concepção e durante a gravidez e a amamentação.

O estudo analisou medicações como cloroquina/hidroxicloroquina, remdesivir, azitromicina, tocilizumab, ivermectina, vitaminas C e D, zinco e quercetina, entre outros. Confira os resultados no link abaixo:

One Reply to “Tratamento da Covid-19: segurança dos medicamentos antes da concepção e durante a gravidez e amamentação”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *